Roteiro de 6 dias em Paris


Arco do Triunfo

Arco do Triunfo

Em outro artigo desse blog eu falo de um passe que possibilita visitar Paris gastando pouco e sem precisar entrar na fila do caixa para comprar o ingresso para as atrações. Esse artigo apresenta um roteiro de 6 dias de visita a Paris realizado, na prática, pelos meus amigos Ana Marina e Carlo e utilizando esse passe. O texto destaca as diferenças entre o plano feito originalmente pelos dois, antes da viagem e o que foi realizado depois,  apontando as lições aprendidas com essa experiência. Aproveitei a oportunidade para incluir algumas dicas minhas e de outros amigos relacionadas às atrações desse roteiro. 

Dia 1 – Notre Dame e Pompidou

Por do Sol do alto do Pompidou

Por do Sol do alto do Centre George Pompidou

Como a programação do primeiro dia começou à tarde, Ana Marina e Carlo não tiveram tempo de visitar a cripta da Notre Dame como estava planejado, mas visitaram a igreja (grátis!) e as torres (incluído no Paris Museum Pass). Eles pretendiam ver o por do sol do alto do Pompidou desse primeiro dia, pois alguns amigos haviam comentado que é muito bonito ver as luzes de Paris se acendendo, mas como na época estava escurecendo muito cedo, não conseguiram chegar em tempo.

Dicas e lições aprendidas

  1. Comece o passeio o mais cedo possível: Se eles tivessem começado mais cedo, teria dado tempo de fazer o passeio completo da Notre Dame.
  2. Se estiver com a intenção de ver o por do sol, verifique à que horas o sol está se pondo naquela data, para evitar de não conseguir chegar à tempo como ocorreu com Ana Marina e Carlo. Por exemplo, durante verão, o por do sol em Paris chega a ser depois das 22:00, ao passo que no inverno o sol chega a se por antes das 17:00. Antes de viajar para Paris consulte  a página de Paris do site timeanddate.com e especifique o mês e o ano de sua viagem. Depois, consulte os horários do nascer do do sol (sunrise) e do por do sol (sunset) para os dias que pretende estar lá.Horário do por do sol em Paris

Dia 2 – Museu de Orsay de dia e Arco do Triunfo de noite

France. Paris 7ème arrondissement. Musée d'Orsay. Relógio da antiga estação

Musée d’Orsay – Relógio da antiga estação

O próprio prédio do Musée d’Orsay, que foi construído aproveitando a estrutura de uma antiga estação de trem, já é uma obra de arte em si e a sua diversidade de peças distribuídas pelos seus cinco andares fizeram com que os meu amigos ficassem sete horas dentro do museu. eles comeram por lá mesmo, já que o museu tem um restaurante e duas lanchonetes. Depois de sair do museu eles subiram o Arco do Triunfo, já de noite, para ter uma visão do alto das luzes da cidade.

Dicas e lições aprendidas

  1. Eles gostaram muito da experiência de visitar o topo do Arco do triunfo à noite, porque de lá se tem uma ótima vista da Avenida Champs Élysées e da Torre Eiffel iluminadas. Fica a dica então de fazer a subida nesse horário incomum. Consulte o site do Arco do Triunfo para saber o horário de abertura e fechamento na época de sua viagem e para saber se o Arco estará aberto para visitação no dia que pretende visitá-lo. Lembre-se que só é possível entrar no máximo até 45 minutos antes do horário de fechamento.
  2. Além de estar incluído na lista de atrações do Paris Museum Pass, a entrada no Musée d’Orsay é gratuita no primeiro domingo de cada mês. Além disso, a entrada é grátis para crianças de até 18 anos.
  3. O tempo de permanência no Museu obviamente depende do interesse dos visitantes pelas obras de arte contidas nele. Verifique antes o site do Musée d’Orsay e tenha alguma opção de visita para o período da tarde já preparada para esse dia se você achar que não vai ficar sete horas nesse museu, como a Ana Marina e Carlo.

Dia 3 – Arco do Triunfo (novamente!) e Louvre

No terceiro dia eles voltaram ao Arco pela manhã, para terem uma visão de dia. Além do próprio arco ter muitos detalhes arquitetônicos que são vistos melhor de dia também a visão de Paris do alto do Arco é totalmente diferente de dia. Desceram então a pé pela Aveinda Champs Élysées, passando pelo Petit Palais e Grand Palais, Praça da Concordia e Jardim das Tulherias até chegar ao Museu do Louvre, onde ficaram até fechar.

Vista do topo do Arco do Triunfo em direção a La Defense

Vista do topo do Arco do Triunfo em direção a La Defense

Dicas e lições aprendidas

  1. Sabiamente, eles planejaram esse passeio para o dia em que o Louvre fecha mais tarde e, com isso, apesar de não chegarem tão cedo, puderam aproveitar o museu até mais tarde.
  2. Outra boa ideia deles foi voltar ao topo do Arco do Triunfo de dia.

Dia 4 – Sainte-Chapelle e Conciergerie

La Conciergerie

La Conciergerie

Esse dia estava reservado para visitar o Palácio de Versailles e seus jardins, mas o cansaço acumulado pela caminhada nos dias anteriores acabou fazendo com que ficassem dormindo até tarde nesse dia, então, não foram a Versailles e aproveitaram para visitar a Sainte-Chapelle e a Conciergerie, que ficam ambas na Île de la Cité, pertinho uma da outra e da Cathédrale Notre-Dame de Paris. Com isso o dia ficou bem menos cansativo.

Dicas e lições aprendidas

  1. Não faça seu planejamento de viagem a Paris preenchendo com atividades todos os dias e o dia todo. Intercale intervalos para você descansar, para ficar mais tempo que o previsto em algum lugar que você goste mais e para improvisos também. Paris é uma cidade surpreendente e não é raro você descobrir lugares interessantes e que valem a pena serem explorados.

Dia 5 – Louvre novamente!

Museu do Louvre

O Museu do Louvre é o mais visitado do mundo. São mais de 15.000 visitantes por dia!

Como o Louvre é muito grande (mais de 35.000 obras em exposição e mais de 60.000 m² de extensão), eles preferiram ir em dois dias em tempos menores do que passar o dia inteiro dentro dele, mas esse dia eles dedicaram inteiramente ao Louvre. Eu, se fosse eles faria o mesmo pois para mim o Louvre é a atração mais espetacular de Paris e consequentemente o ponto alto desse roteiro de 6 dias em Paris, mesmo que você nem goste tanto assim de visitar museus.

Dicas e lições aprendidas

  1. Eles utilizaram o Paris Museum Pass e com esse passe é possível entrar quantas vezes quiser nos museus, então eles aproveitaram essa facilidade do passe para visitar o Louvre duas vezes e poderiam ter voltando quantas vezes quisessem durante a validade dos 6 dias do passe!

Dia 6 – Pantheon, Museu Rodin e Invalides

Panthéon

Panthéon

Nesse dia Ana Marina e Carlo visitaram o Panthéon pela manhã, depois seguiram para as duas outras atrações de metrô, fazendo o seguinte percurso: Pegaram o metrô linha 10, na estação Cardinal Lemoine, sentido Boulogne – Pont de Saint Cloud e saltaram na estação Duroc. Na estação Duroc mudaram para a linha 13 e pegaram o metrô novamente, agora no sentido Saint-Denis – Universite / Les Courtilles (Asnieres – Gennevilliers) e saltaram na estação Varenne. Daí seguiram a pé para visitar o Museu Rodin e o Hôtel National des Invalides.

No Invalides eles visitaram a tumba de Napoleão e o museu das armas, mas não deu tempo de visitar com calma todo o acervo desse museu, então eles viram apenas a parte da Primeira Guerra

Dicas e lições aprendidas

  1. A visita corrida ao Hôtel National des Invalides é um indício de que eles não deveriam ter planejado as três visitas para o mesmo dia. As três atrações abrem à 10h, então não adianta alterar a ordem de visitação para começar as visitas mais cedo. Se fosse para excluir uma das atrações desse dia para ter mais tempo para as outras duas, a estratégia mais prática seria excluir o Panhtéon pois as outras atrações ficam perto uma da outra e se eliminaria os 20 minutos de deslocamento de metrô até o Panthéon mas, enfim, o que interessa é escolher as atrações que mais interessam. Outra opção seria acelerar a visita desde o início, focando nas obras mais interessantes de cada museu, de modo a dar tempo de visitar todas as partes das três atrações.

Palavras Finais

Abaixo algumas sugestões de programação e de parceiros que você pode contratar se está se preparando para uma viagem a Paris.

  • Personalize seu roteiro incluindo itens que te atraem mais e que não foram incluídos aqui e substituindo os lugares visitados pelos meus amigos por lugares que você gostaria de visitar e eles não visitaram. Reserve um tempo na agenda de sua viagem para andar pela cidade e descobrir lugares inusitados, daqueles que não são citados nos guias e nem referenciados por todos.
  • Se você vai para Paris e tem espaço em sua agenda para incluir um dia de bate e volta a uma cidade próxima não deixe de ler o artigo desse blog com o roteiro de um dia de visita a Reims e os demais artigos relacionados, como o que dá todas as dicas sobre Como ir de Paris a Reims.
  • Se quiser fazer complementar esse roteiro de 6 dias em Paris com um city tour de ônibus aberto ou outros passeios, incluindo cruzeiros pelo Rio Sena, visita aos principais pontos turísticos, museus, bairros famosos, arredores de Paris ou para visitar lugares a partir de Paris como a própria Reims,  Disneyland Paris®, Parque Asterix e os Castelos do Loire uma excelente opção é a PARISCityVISION. Uma empresa que transporta milhões de turistas por ano e que, além desses, tem mais de duzentos outros roteiros, traslados e passeios turísticos, inclusive opções de visita a Versailles com guia que fala português, pegando a pessoa no hotel e com o preço do ingresso incluído, sem que o cliente tenha que esperar na fila para entrar no palácio! Consulte o site da empresa para conhecer as outras opções de passeios e para comprar os bilhetes. A PARISCityVISION tem parceira com esse blog, ou seja, comprando o bilhete com eles a partir de dos links dessa página você me ajuda nos custos de manutenção do blog.

pagina inicial Pariscityvision
 

  • Se vai viajar para Paris ou qualquer outra parte da Europa, lembre-se que o seguro de viagem para a Europa é obrigatório, de acordo com as exigências do tratado de Schengen. Além disso, embora o sistema de saúde francês seja considerado um dos melhores do mundo, não existe acordo diplomático que garanta o atendimento gratuito de brasileiros. Quando for contratar o seguro, sugiro fazer uma cotação com a Real Seguro Viagens. Depois da contratação você recebe uma apólice digital e o suporte da equipe da seguradora até o fim da validade de seu seguro. A Real Seguro Viagem tem parceira com esse blog, ou seja, contratando o seguro de viagem com eles a partir dos links dessa página você tem um desconto de 10% e ainda me ajuda nos custos de manutenção do blog, ou seja, todos ganhamos com essa transação!

Banner desconto 10 por cento 728x90

  • Se ainda não reservou hotel para sua estadia em Paris, considere as opções disponíveis na Booking.com que é, simplesmente, líder mundial em reservas online de acomodações. Todos os dias, mais de 950.000 diárias são reservadas por eles! O quadro de pesquisas da Booking.com é um de seus recursos mais importantes do site, na minha opinião, pois permite separar e classificar os resultados da pesquisa por bairro da cidade de destino, distância do centro e nota na avaliação dos hóspedes. Os principais diferencias da  Booking.com são
    • Garantia de preços mais baixos;
    • Não são cobradas taxas de reserva e, em muitos casos, as reservas podem ser canceladas gratuitamente;
    • Reservas Seguras: Eles utilizam os mais altos padrões de segurança e garantem sua privacidade.

    Esse blog é afiliado da Booking.com. Isso quer dizer que, caso você decida realizar sua reserva com eles a partir dos links desse blog, você estará contribuindo para a manutenção do blog 😉 .



    Booking.com

  • Se gostou desse artigo e quer imprimi-lo para utilizar em sua viagem, utilize o botão de impressão abaixo. Os demais botões servem para você compartilhar esse artigo por e-mail ou pelas redes sociais da qual participa. Compartilhando você ajuda os seus amidos que porventura estejam também planejando viajar para Paris e ainda me ajuda a divulgar o meu blog!

Crédito das fotos utilizadas nesse artigo: A foto do por do sol do alto do Pompidou é de Cheryl CooperAs fotos do Musée d’Orsay e de La Conciergerie são do © Paris Tourist Office – Photographer : Daniel Thierry, As demais fotos são do acervo pessoal © Jodelson Sabino e tem todos os direitos reservados, sendo proibida a divulgação ou uso das mesmas sem a prévia autorização expressa e por escrito do autor.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado