Como visitar Paris gastando pouco e sem entrar nas filas 1


Paris Museum Pass

Paris Museum Pass: 2, 4 e 6 dias

Essa dica de como visitar Paris gastando pouco eu consegui com meus amigos Ana Marina e  Sabrina Rosa, que usaram esse passe em uma viagem a Paris em companhia de seus maridos e me contaram a experiência deles, quando retornaram.

Arco do Ttriunfo

Arco do Ttriunfo

Se você está planejamento uma viagem a Paris e gosta de visitar museus e monumentos, vale a pena considerar a opção de usar o Paris Museum Pass. Além de pagar menos você não precisa entrar na fila para comprar os ingressos e, portanto, exceto nos horários de maior movimento ou quando há fila para verificação pela segurança, você acaba economizando tempo e dinheiro com o uso do Passe.

Esse artigo apresenta os tipos de passe existentes, como e onde comprar e dicas importantes sobre o uso do Paris Museum Pass.

Como funciona o Paris Museum Pass


Existe passe para 2, 4 e 6 dias consecutivos e todos eles lhe garantem entrada gratuita e direta (i.e. sem entrar na fila) em mais de 60 museus e monumentos de Paris, bem  como galerias de arte e monumentos históricos. Veja nessa página a lista completa de todos os museus e atrações cobertas. A Torre Eiffeil, que tem ingresso caro, não está incluída no passe, mas os museus maiores (Louvre, d’Orsay e Pompidou) estão incluídos, bem como o Palácio de Versailles que, além de ter um ingresso bem caro, pode te fazer ficar horas na fila para compra do ingresso. Como dizem na propaganda do passe:

Quanto mais você usar o passe, mais você economiza!

No primeiro dia em que você usar o passe deve escrever a data, e seu sobrenome e nome, sem rasuras, nos campos apropriados no verso do bilhete. Para maiores detalhes sobre esse procedimento acesse a página sobre como usar o Passe e assista o vídeo com instruções com áudio em francês e legenda em português.

Também é bom lembrar que há museus que tem entrada grátis no primeiro domingo de cada mês, entre eles o Musée du Louvre e o Musée d’Orsay. Consulte a lista de museus e monumentos gratuitos em Paris para não utilizar o passe desnecessariamente.

Veja nessa página com preços do site oficial do Paris Museum Pass a tabela de preço atualizada do passe para 2, 4 e 6 dias e a lista de preços de alguns museus e monumentos incluídos no passe para você poder fazer uma rápida comparação de preço entre a compra dos ingressos avulsos e a compra do passe. Ao comparar lembre sempre que com o passe você não enfrenta fila.

Existe um outro passe chamado Paris Pass que é um pacote mais completo que inclui, além do próprio Paris Museum Pass, outras atrações e até bilhetes para meios de transporte, inclusive transporte público e mais um guia turístico impresso e outros itens como a facilidade de não precisar ficar na fila de entrada dos museus e atrações mais concorridas. É preciso fazer as contas e verificar o que pretende visitar em sua viagem para saber qual dos dois valem mais a pena para você. No meu caso e dos meus amigos sempre valeu mais a pena o Paris Museum Pass.

Onde adquirir


O Paris Museum Pass pode ser adquirido na bilheteria de qualquer um dos monumentos e museus da lista, nos centros de informações turísticas (por exemplo, nos aeroportos e estações de trem) ou em lojas e quiosques espalhadas pela cidade. No site há uma lista completa dos locais de venda. Não é preciso reservar o passe com antecedência.

Não compre o Passe em museus muito movimentados pois você vai acabar perdendo muito tempo na fila desnecessariamente. Prefira comprá-lo no balcão de informações do aeroporto, nos museus menores, em lojas da FNAC ou em centros de informação turística, onde você provavelmente será atendido mais rapidamente.

É possível também comprar o Passe pela internet, mas acho que não vale a pena pois o passe é impresso e enviado para você, então há o inconveniente do prazo de entrega e do preço do frete, que é cobrado à parte.

Dicas e detalhes importantes sobre o uso do Passe

Panthéon

Panthéon, atração incluída no Paris Museum Passs

  • Crianças de até 18 anos incompletos não precisam comprar o passe pois o acesso delas ao museus e monumentos nacionais é grátis;
  • Não fique preocupado em visitar o maior número de museus e monumentos possível para “aproveitar o passe ao máximo”. Não aconselho planejar mais de um museu grande por dia, pois fica muito cansativo. O ideal é planejar um museu e um ou mais monumentos por dia;
  • Como o passe serve para dias corridos, é bom planejar antes o que será visitado em cada dia. Também é interessante começar a usar o passe o mais cedo possível no primeiro dia, para aproveitar o máximo do período de validade do passe;
  • Se houver uma fila no museu ou atração coberto pelo Passe, certifique-se aquela fila é para quem tem o Passe. Isso evita você passar horas numa fila e depois descobrir que aquela fila é para comprar o bilhete de entrada … e você já tem esse bilhete, que é o próprio Passe! Na Catedral de Notre-Dame as filas para verificação de segurança é para compra do bilhete são as mesma, então você terá que entrar na fila mesmo já tendo o Passe em mãos. Na Sainte-Chapelle e no Palácio de Versailles você não precisa entrar na fila para comprar o bilhete, mas tem que entrar na fila para verificação de segurança.
  • Se for visitar Versailles procure chegar antes das 10h para não ficar muito tempo na fila de verificação de segurança e na fila de entrada para o Palácio. Para saber como ir de Paris a Versailles veja esse outro artigo desse blog;
  • A maioria das atrações em Paris fecha pelo menos um dia por semana (geralmente segunda ou terça) e atrações menores podem não ficar abertas o dia todo e podem abrir apenas alguns dias da semana. Se você comprar o passe de 2 dias, fique atento para o dia do primeiro uso e certifique-se de que as atrações que pretende visitar estarão abertas pelo menos em um dos dias de validade do passe;
  • O passe só inclui acesso às exposições permanentes. Visita a exposições temporárias dos museus devem ser pagas separadamente;
  • Como passe na mão você pode visitar monumentos que nem estavam nos seus planos. Fique atento aos endereços das atrações cobertas pelo passe. Se passar em frente e lhe interessar, por que não fazer uma visita rápida para conhecer, já que você não vai mais pagar nada por isso.

Palavras finais

Museu do Louvre, atração incluída no Paris Museum Passs

Museu do Louvre, atração incluída no Paris Museum Passs

Se você pretende comprar o Passe, não deixe de ler também um outro artigo desse blog com dicas e  comentários meus e de meus amigos sobre a experiência prática de um roteiro de 6 dias de passeio em Paris usando o Paris Museum Pass para visitar 9 atrações cobertas pelo passe. Veja abaixo o comentário final dos meus amigos Ana Marina e Carlo sobre a experiência de passear em Paris gastando pouco, seguindo o roteiro apresentado nesse outro artigo e usando o Passe:

Achamos que valeu muito a pena, pois gostamos muito de visitar museus e monumentos durante nossas viagens. Fiz o plano de cada dia e comparei a soma dos preços dos ingressos divulgados no site de cada monumento e museu, comparei com o valor do Passe e vi que valeria mesmo a pena no nosso caso. Compramos o passe de 6 dias e aproveitamos bastante!

Se você pretende comprar o passe e utilizá-lo para visitar o Palácio de Versailles, talvez lhe interesse conhecer o outro artigo desse blog sobre como ir de Paris a Versailles.

Se você não conhecia o Paris Museum Pass e gostou desse artigo é provável que ele seja útil para alguns de seus amigos também. Compartilhe esse artigo com seus amigos por e-mail ou pelas redes sociais da qual participa clicando em um dos botões no final dessa página.

Se você visitou Paris e usou esse Passe, compartilhe a sua experiência utilizando o campo bem no final dessa página para escrever o seu comentário.

Se tem tempo na programação de sua viagem para dar uma escapada de um dia e conhecer uma cidade imperdível pertinho de Paris leia os outros artigos desse blog sobre Reims, a começar pelo artigo sobre como ir de Paris a Reims.

pagina inicial Pariscityvision


Crédito das fotos utilizadas nesse artigo: A  foto do Musée du Louvre é do © Paris Tourist Office – Photographer : Daniel Thierry, As demais fotos são do meu acervo pessoal © Jodelson Sabino e tem todos os direitos reservados, sendo proibida a divulgação ou uso das mesmas sem a minha prévia autorização expressa e por escrito.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado

One thought on “Como visitar Paris gastando pouco e sem entrar nas filas

  • Cristhiane G Farah

    Muito bom!! Obrigada pelas dicas, muitíssimo úteis !!